A selva capitalista e os dilemas de uma jovem de 17 anos na escolha da profissão - by Max Gehringer

2010-03-19 11:58 AM by Andarilho

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 19/03/2010, sobre capitalismo, carreira e liberdade de expressão.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

A selva capitalista e os dilemas de uma jovem de 17 anos na escolha da profissão

capitalismo placa
"Tenho 17 anos", escreve um ouvinte. "Considero o mundo capitalista uma selva, e não quero fazer parte dele. Meu pai me falou para lhe escrever, porque você vai me dizer alguma coisa que eu nunca ouvi antes."

Certamente vou. Abléfaro. É o nome que se dá a seres que não têm pálpebras. Aposto que você nunca ouviu, mas imagino que seu pai esteja se referindo ao mercado de trabalho. Nesse caso você tem sete opções na vida.

Pode ingressar na carreira política e lutar por um país mais equilibrado e mais justo.

Pode fazer parte de uma organização não-governamental, e ajudar a tornar o planeta melhor e a vida mais humana.

Pode se dedicar ao serviço religioso, e abrandar as agruras que afligem os fiéis.

Pode prestar um concurso e dar a sua contribuição à eficiência nacional, através do serviço público.

Pode se engajar nas forças armadas e ajudar a defender o seu país.

Pode ingressar em uma empresa, de qualquer tamanho e de qualquer setor, recebendo uma remuneração mensal como contrapartida pelo seu talento, esforço e resultados.

Ou pode ser empresário e tratar os seus funcionários com o respeito e a dignidade que você gostaria que houvesse na selva capitalista.

O que não é possível é eliminar o capitalismo dessa equação. Todas as organizações que se têm, precisam de recursos. E esses recursos são gerados pela iniciativa privada, ou através de impostos ou através de doações.

Certamente, existe um sistema alternativo ao capitalismo. Ele atende pelo nome de coletivismo, comunismo ou socialismo. E foi colocado em prática no século 20 por vários países, todos totalitários. Ou seja, ditaduras.

O que minou esse sistema não foi a sua indiscutível essência, que é a de tratar a todos os cidadãos com igualdade e prover tudo o que eles necessitam para ter uma vida confortável. Foi o fato de que os países comunistas foram governados por grupos, que uma vez no poder, passaram a considerar a si mesmos como uma elite privilegiada, e a tratar o resto da população como uma massa desprovida de opinião. Uma das primeiras medidas adotadas é sempre a censura, que tira do cidadão o direito de se manifestar livremente.

Portanto, opções você tem. Escolha aquela que lhe fará mais feliz e mais útil à sociedade. E apenas tenha em mente que a democracia capitalista, com todas as suas imperfeições, que não são poucas, é o único sistema que lhe permite dizer abertamente, que você não gosta dele.

Max Gehringer, para CBN.

3 comentários:

  1. Cafeína said...

    xuxu, vc conhece o Rangel? http://www.radiobandeirantes.com.br/colunistas.asp?ID=112

    Nos últimos tempos tenho ouvido muito ele tb!

  2. Cintia Yamane said...

    ainda bem que não sou abléfara...

  3. Andarilho said...

    @Cafê, não conhecia o cara não. Mas achei o blog dele legal.

Blog Widget by LinkWithin