2012-06-25

Redes sociais são passatempo, e não networking - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 25/06/2012, sobre como as redes sociais da internet são um passatempo e não networking.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Redes sociais são passatempo, e não networking

redes sociais dislike

Uma ouvinte escreve: "Tenho milhares de amigos em redes sociais. Literalmente milhares, porque estou cadastrada em muitas redes. No mês passado, mandei uma mensagem para esses amigos dizendo que eu tinha perdido o emprego e agradecia a quem pudesse me dar uma indicação. Fiquei muito frustrada porque todos os que responderam, escreveram coisas alentadoras do tipo 'eu aviso se souber de alguma coisa', mas a maioria se limitou a me aconselhar 'não desanime' ou 'tenha fé que tudo se resolve'. Nem sequer um único amigo me pediu para mandar um currículo. Estou desencantada", a ouvinte se lamenta.

Bom, com exceção de algumas redes bem restritas, formadas apenas por gente que se conhece pessoalmente e tem interesses comuns, as redes sociais são um passatempo, e não um networking. Mesmo as redes que foram formadas com finalidades profissionais, essa em que um indica o outro e o bolo cresce rapidamente, mesmo essas, trazem pouco ou nenhum resultado, já que a maioria de seus integrantes nunca se encontrou e ninguém se arriscaria a indicar alguém que só conhece de nome.

Eu recebo pelo menos um convite por dia para ingressar em redes, e não aceito porque simplesmente não consigo identificar a pessoa que está me convidando. O que traz resultados concretos ainda é a velha rede individualizada, que um dia dependeu do contato ao vivo, depois passou a ser feita por telefone e hoje dispõe de uma vasta gama de meios eletrônicos para se manter ativa. A principal característica dessa rede é o seu tamanho reduzido. São pessoas que se conhecem há anos e têm algo em comum.

A nossa ouvinte precisa retomar o contato com antigos colegas de escola e de trabalho. E escrever, para cada um deles, individualmente e não para todos ao mesmo tempo. Isso sempre funcionou e sempre funcionará.

Max Gehringer, para CBN.

1 comment:

Albuq said...

Acredito que o fato de ninguém ter dado uma indicação de imediato não é motivo de frustação, tendo em vista esse fato de não ter uma relação mais próxima, porém concordo no fato de retomar os contatos pessoais e individuais, esses sim podem trazer algo mais concreto.

Blog Widget by LinkWithin