2012-06-20

'Quanto tempo preciso passar na mesma função e empresa para descobrir que a carreira está estagnada?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 20/06/2012, sobre quanto tempo alguém precisa passar na mesma função e na mesma empresa antes de se considerar estagnado na carreira. Sobre este assunto, ainda vale a pena conferir estes dois comentários passados do Max: Quando a calmaria se transforma em estagnação e Os sete sinais de que uma carreira empacou.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Quanto tempo preciso passar na mesma função e empresa para descobrir que a carreira está estagnada?'

carreira estagnada

Um ouvinte escreve para perguntar quanto tempo alguém precisa passar na mesma função e na mesma empresa, até descobrir que a carreira já ficou estagnada.

Para não ficar acima do muro, eu diria que, se em cinco anos nada aconteceu, a probabilidade de que algo venha a acontecer daí em diante, começa a ficar cada vez mais remota.

Porém, há profissionais que estão há mais de uma década na mesma função e na mesma empresa, e nem por isso se consideram estagnados. Vendedores, por exemplo, eu conheço muitos que pensam dessa forma e estão plenamente satisfeitos. Por outro lado, já vi muita gente começar a reclamar depois de passar apenas um par de meses em uma função, por considerá-la burocrática e pouco desafiadora.

A diferença, portanto, está muito mais no grau de ambição de cada um, do que no tempo decorrido. Se o nosso ouvinte é ambicioso, e ele deve ser, senão não teria feito a pergunta, ele deve considerar algo que bem pouca gente gosta de considerar: o fato de que ele talvez esteja na mesma função há mais tempo do que gostaria, por culpa dele e não da empresa.

Em qualquer organização, de qualquer tamanho, um funcionário diferenciado jamais passa despercebido. Ele pode até não ser promovido, mas será notado. E ficará sabendo disso através do chefe, ou dos colegas ou mesmo de pessoas de outros setores que ouviram falar dele.

Digamos que o nosso ouvinte esteja nessa situação. Ele já ouviu muitos elogios a seu trabalho, mas continua no mesmo lugar. Nesse caso, o futuro dele estaria em outra empresa. Porém, se ele for o único a achar que os seus superiores não enxergam o que deveriam enxergar, mudar de emprego não seria a solução. Seria apenas transferir a mesma situação para outro lugar.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin