2013-02-13

Os animais e a psicologia humana nas esculturas de Beth Cavener Stichter

O trabalho da artista Beth Cavener Stichter é ao mesmo tempo fascinante e intrigante. Ela produz esculturas de animais que muitas vezes a primeira vista são apenas animais, mas que com um olhar apurado podemos enxergar neles comportamentos e características humanas. O resultado, longe de antropomorfizar os animais como desenhos da Disney, deixa um inquietante ar de desafio nas esculturas, levando o espectador a perceber, mesmo que de leve, algumas de suas próprias características nas obras. Segundo as palavras da artista:

Há instintos animais primitivos rondando no fundo de cada um de nós, esperando pela chance momentânea de deslizar pela consciência. As esculturas que eu crio focam na psicologia humana, retiradas de contexto e racionalização, e articuladas através de formas humanas e animais. Na superfície essas figuras são simplesmente feras e indivíduos domésticos suspensos em um momento de tensão. Além da superfície elas incorporam os impactos da agressão, desejos territoriais, isolação e mentalidade de bando (matilha).

Tanto as interações humanas quanto as animais mostram padrões de gestos intrincados e subconscientes que traem a intenção e motivação. As coisas que deixamos por dizer são muito mais importantes que as palavras faladas ao alto. Eu aprendi a ler o significado de sinais sutis: um olhar, o jeito que uma pessoa segura a mão de outra, o tensionamento dos músculos dos ombros, a inclinação da cabeça, o ritmo do caminhar e os menores gestos inconscientes. Eu conto com a linguagem corporal animal em meu trabalho como uma metáfora para esses padrões ocultos, transformando os objetos animais em retratos da psicologia humana.

Eu quero bisbilhotar esses desconfortáveis e estranhos pontos entre animais e humanos. As figuras são primitivas e desconfortantes, expressando frustração para a tendência humana a crueldade e falta de entendimento. Enroladas em suas próprias lutas internas e externas, as figuras estão ligadas ao medo, apatia, violência e impotência.

Algo consciente e inteligente é capturado em seus gestos e expressões. Um convite e uma censura.

Vejam os animais e a psicologia humana nas esculturas de Beth Cavener Stichter:


Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Em qualquer lugar"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Minueto negro"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Êxtase"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

Instalação "4 Humores"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Melancolia"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Colérico"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Florescer"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Dardo"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Diminuendo"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Império da poeira"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Confissões e convicções"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Falácia da virtuosidade"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Humilhação"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Inquisidores"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Lebre saltitante"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Cabras"

Beth Cavener Stichter esculturas animais psicologia humana

"Silêncio dos olhar"

Imagens via site de Beth Cavener Stichter. Dica via I Heart my Art - Beth Cavener Stichter "Come Undone".

No comments:

Blog Widget by LinkWithin