2013-04-24

'Como minha experiência de quatro anos como autônomo será avaliada?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/04/2013, com quatro perguntas que um entrevistador provavelmente fará para quem passou um tempo como autônomo e agora pretende voltar ao mundo corporativo.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Como minha experiência de quatro anos como autônomo será avaliada?'

entrevista de emprego

Um ouvinte relata: "Trabalhei doze anos em empresas de grande porte. Faz quatro anos pedi a conta e abri o meu próprio negócio. Financeiramente estou melhor hoje do que estava quando era empregado, mas venho pagando um preço muito alto pela minha independência. Trabalho feito louco, nunca tirei férias, não tenho finais de semana e nem qualidade de vida. Por isso decidi retornar à vida corporativa e pergunto como essa experiência de quatro anos como autônomo será avaliada?"

Bom, depende de como você irá se comportar em entrevistas. Basicamente você ouvirá quatro perguntas:

A primeira: por que você decidiu trocar uma boa carreira como empregado por um negócio próprio?

Segunda: por que você decidiu fazer o caminho de volta? Aí, o erro seria você dizer o que você disse em sua mensagem, que você quer voltar porque a vida de dono é muito cansativa e a de empregado é mais tranquila. A resposta correta seria: você está voltando porque esses quatro anos lhe ensinaram que você é um bom dono, mas também lhe ensinaram que você era muito melhor como empregado.

A terceira pergunta será: o que você aprendeu como autônomo? E aqui você terá que dar exemplos práticos de como você utilizará o que aprendeu para beneficiar a empresa que for contratá-lo.

E a quarta pergunta será: como você irá conviver com um chefe depois de quatro anos sem chefe? O maior temor dos entrevistadores é o de contratar um empregado com cabeça e instinto de dono, que irá querer fazer as coisas do jeito dele e no ritmo dele, que terá dificuldades para aceitar ordens e irá tratar os colegas como se fossem subordinados.

Em resumo: querer voltar para ter uma vida mais sossegada e menos estressante é um ótimo motivo para você. Mas não será para o entrevistador.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin