2013-04-12

'Sou superqualificado, mas não consigo emprego' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 12/04/2013, com um ouvinte que tem um bom currículo, mas está sendo dispensado com a desculpa de ser superqualificado, apesar da verdadeira razão ser provavelmente a atitude dele nas entrevistas de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Sou superqualificado, mas não consigo emprego'

entrevista emprego arrogante

Um ouvinte escreve: "Tenho um problema que muita gente gostaria de ter: sou superqualificado. Tenho faculdade, pós e MBA, além de falar inglês e espanhol. O problema é que não consigo um emprego, exatamente por causa disso. Já participei de vários processos de seleção e no fim sempre vem aquela mesma desculpa, de que tenho qualificação demais para a função. Embora isso pareça ridículo, seria melhor eu eliminar alguns cursos do meu currículo para aumentar as minhas chances?"

Bom, eu conheço gente que está mesmo fazendo isso, porque não é chamado para entrevistas. Mas esse não é o seu caso. Você está sendo chamado e está sendo entrevistado. Logo, a lógica diz que é exatamente por causa do seu currículo e não apesar dele, que você tem sido convocado para processos seletivos. Mais ainda, o bom senso diz que nenhuma empresa irá pegar o seu currículo e dizer: "Olha só, esse rapaz tem um monte de cursos, vamos chamá-lo aqui só para dizer que não vamos contratá-lo porque ele tem um monte de cursos."

Logo, o seu problema não é o currículo. Eu diria, correndo o risco de estar enganado, que é o seu comportamento nas entrevistas que está pegando. Você talvez esteja usando termos complicados, ou assumindo uma atitude superior, ou usando palavras em inglês quando podia falar português. É esse tipo de atitude, e não o currículo, que assusta as empresas. E aí o entrevistador escolhe o caminho mais fácil: o de dizer que você é superqualificado ao invés de dizer que você precisa repensar o seu comportamento em entrevistas.

Posso até estar avaliando mal a sua situação, mas acredite: nenhuma empresa convoca um candidato pelo currículo diferenciado e depois o elimina pelo currículo diferenciado.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin