2013-04-08

Entrevistas de emprego: 'Não sugira como as empresas devem funcionar' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 08/04/2013, com a dica de não sugerir como a empresa deveria funcionar, numa entrevista de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Não sugira como as empresas devem funcionar'

entrevista de emprego ruim

Um relato muito interessante de um ouvinte. "No mês passado", ele conta, "participei de uma dinâmica de grupo em uma grande empresa alimentícia. Atendendo a uma recomendação que você mesmo deu em um de seus comentários, aprendi tudo sobre aquela empresa e os produtos que ela fabrica. E na dinâmica fiz várias sugestões oportunas. Por exemplo, um dos produtos tinha um alto teor de sódio, o que pode ser prejudicial à saúde dos consumidores. Pensei ter impressionado, mas, para minha surpresa, depois da dinâmica eu fui informado de que não passaria para a segunda fase do processo."

Opa! Eu realmente disse que um candidato deve coletar todos os dados possíveis sobre o funcionamento da empresa, mas não que o candidato devesse sugerir como a empresa deveria funcionar.

Empresas contratam funcionários para desempenhar funções específicas. E essas funções já possuem parâmetros bem definidos. As empresas esperam que os novos funcionários, antes de pensar em mudar alguma coisa, mostrem capacidade, habilidade e disciplina para executar as tarefas para as quais eles foram contratados.

Numa próxima dinâmica não deixe de demonstrar que você sabe muito bem como a empresa funciona. Mas só dê exemplos práticos de como você poderá se encaixar dentro desse sistema, ao invés de sugerir outro sistema melhor.

Aqui entre nós, você fez um excelente trabalho ao descobrir o excesso de sódio. Mas, ao revelar isso em público, numa dinâmica, você feriu o orgulho da empresa. No futuro, lembre-se da ordem natural das coisas na vida corporativa: primeiro, você se adapta e depois, você se destaca.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin