2013-08-12

'Empresas consideram cursos on-line gratuitos?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 12/08/2013, sobre o peso que cursos on-line gratuitos têm no currículo.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Empresas consideram cursos on-line gratuitos?'

cursos on-line gratuitos

Uma ouvinte escreve: "Pergunto se empresas consideram que cursos on-line gratuitos enriquecem o currículo?"

Sim, mas desde que o currículo já seja rico. Se você concluiu um curso superior, você pode adicionar a ele vários cursos on-line gratuitos que possam agregar novos conhecimentos específicos ao que você já estudou. Isso certamente será visto por quem for avaliar o seu currículo como um esforço adicional e como uma demonstração do seu interesse em se aprofundar mais em determinados assuntos.

Porém, se você estiver pensando em simplesmente substituir um curso superior presencial por cursos on-line gratuitos, posso lhe assegurar que isso não irá impressionar as empresas paras as quais você enviar o seu curriculo.

A própria natureza dos cursos on-line gratuitos mostra que eles são complementares. Isto é, quem faz um, precisa ter algum conhecimento anterior sobre o assunto. Por exemplo, "Gestão de conflitos interpessoais" ou "Técnica de condução de reuniões".

Quando você encontra um curso gratuito com um escopo mais amplo, como por exemplo, "Gestão de pessoas", a análise continua a mesma. Você pode ter se formado em Engenharia e querer aprender mais sobre como gerenciar pessoas. E nesse caso, o curso on-line gratuito faria sentido. Mas ele não se sustentaria sozinho em seu currículo, caso você se candidatasse a uma vaga na área de recursos humanos sem ter qualquer outro curso presencial anterior a oferecer.

Em resumo, e fazendo uma comparação com o mercado financeiro, um curso on-line gratuito funciona como uma diversificação de investimentos e não como uma única poupança.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin