2013-12-27

'Apesar de formada, não consigo emprego na minha área' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 27/12/2013, com uma ouvinte que não consegue um emprego na sua área de formação.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Apesar de formada, não consigo emprego na minha área'

mulher em dúvida

"Estou muito desesperançosa com minha vida profissional", uma ouvinte escreve e conta: "Eu me formei já faz dois anos e até agora não consegui um emprego em minha área. Já entreguei currículos, estou estudando para concursos públicos, mas me sinto mal por ainda não ter ingressado no mercado de trabalho. As pessoas que convivem comigo dizem que sou inteligente, esforçada e criativa, mas me sinto cada vez mais pessimista e angustiada quanto a meu futuro. Penso em fazer um mestrado ou uma segunda graduação, mas não quero começar sem ter a segurança de um emprego para custear meus estudos. Que conselho você poderia dar para alguém como eu, que se vê diante de um mercado que é cruel para com profissionais sem experiência?"

Bom, eu começaria dizendo que o mercado não é cruel, apenas ele tem regras. E uma delas é a de dar preferência nos processos seletivos a profissionais com experiência prática. A segunda constatação é a de que você está considerando seguir o caminho mais comum em situações como a sua, que é adicionar mais diplomas a seu currículo, quando você já sabe que o que falta nele é mão na massa.

O conselho que posso lhe dar é não se sentir prisioneira do curso que você concluiu. Ele é um ponto de partida e não uma linha de chegada. Comece a trabalhar, em qualquer função, em qualquer área, em qualquer setor, com qualquer salário. Sendo inteligente, esforçada e criativa, você terá chances rápidas de progresso se, de fato, demonstrar que possui essas qualidades tão apreciadas pelos empregadores.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin