2013-12-03

'Trabalho com uma pessoa que não aceita perder uma discussão' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 03/12/2013, com um ouvinte que tem um colega que não admite perder uma discussão.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Trabalho com uma pessoa que não aceita perder uma discussão'

discussão no trabalho idoso jovem

Um ouvinte escreve: "Tenho 23 anos. Trabalho com uma pessoa mais velha do que eu, que não aceita perder uma discussão, não importa qual seja o assunto. Pode ser trabalho ou a previsão do tempo para amanhã ou a situação política do Oriente Médio. Eu não me incomodo em concordar quando o tema não é profissional. Mas me incomoda muito ter que sempre ceder quando discutimos sobre serviço e quando eu sei que tenho razão. Invariavelmente, eu ouço tudo o que ele diz com atenção e educação, mas assim que eu começo a falar, ele me corta e não me deixa expor os meus argumentos."

Bom, vamos lá. Existe gente que, de fato, é assim e não vai mudar. Existem também empresas inteiras que agem dessa maneira. Você ouve o dirigente de uma delas e descobre que tudo o que está certo no Brasil acontece dentro daquela empresa. E tudo os que estão fora dela fazem, está errado.

Isso pode parecer orgulho, mas é miopia. Não ouvir os outros e não admitir os próprios erros leva tanto empresas, quanto profissionais, à obsolescência.

Nosso ouvinte está agindo corretamente e deve continuar assim. Porque dessa forma estará cuidando bem do seu futuro. Já o colega que sempre está certo em tudo corre o risco de se tornar, primeiro, insuportável, e depois, indesejável.

A minha sugestão ao ouvinte seria: nos casos em que a discussão com o colega onisciente for sobre trabalho, não perca seu tempo ouvindo, se a decisão não for afetar o seu trabalho. E se for afetar, sugira que o assunto seja, de imediato, levado à chefia para uma decisão. O chefe é pago para evitar que discussões inúteis atravanquem o serviço e influam no ambiente de trabalho.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin