2015-07-02

'Assinei acordo que impede que eu procure emprego em concorrentes' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 02/07/2015, com uma ouvinte que assinou um termo de confidencialidade que lhe aplicaria uma multa se ela procurar emprego em uma concorrente.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Assinei acordo que impede que eu procure emprego em concorrentes'

confidencialidade

Uma ouvinte escreve: "Ao ser contratada, assinei um termo de confidencialidade que me impede de divulgar informações sobre a empresa, o que considero justo. Mas também me proíbe de procurar emprego em empresas concorrentes. Se eu fizer isso, estou sujeita a uma multa. Pergunto se isso é correto."

Bom, não existe na legislação qualquer dispositivo que garanta a uma empresa, o direito de impedir que um empregado mude para uma empresa concorrente. E obviamente, para poder mudar, é preciso que haja um contato prévio entre o empregado e a nova empresa interessada em contratá-lo.

Mesmo que o documento que você assinou possa ser contestado, caso realmente surja uma oportunidade de você mudar para uma empresa concorrente, o ponto é que você leu o termo, concordou e assinou. Logo, você assumiu um compromisso porque quis e não porque foi obrigada. Imagino que isso tenha acontecido porque você precisava do emprego e avaliou que uma recusa em concordar com o que estava escrito faria com que você não fosse contratada.

Dito tudo isso, só há uma maneira da sua empresa atual descobrir se você pediu emprego em uma concorrente: é essa concorrente ligar para a sua empresa e delatar você. Isso porque, ao se demitir, você não precisa dizer para onde vai.

Portanto, o que lhe posso sugerir é não enviar currículos para empresas concorrentes. Caso apareça uma oportunidade que você considere imperdível, faça tudo verbalmente e somente através de pessoas da sua inteira confiança.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin