2015-07-01

'Não sei se troco de estágio por causa de R$ 200' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 01/07/2015, sobre o que ponderar na hora de decidir se vale a pena trocar de estágio, ou mesmo de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Não sei se troco de estágio por causa de R$ 200'

estágio

Uma ouvinte escreve: "Estou estagiando em uma empresa e sou muito feliz aqui. Surgiu uma oportunidade de estágio em outra empresa, para ganhar 200 reais a mais do que ganho, mas não sei se lá eu seria tão feliz. O que devo ponderar nessa hora?"

Só uma coisa: a possibilidade de você ser efetivada. O estágio é uma relação por tempo determinado. E imagino que o seu objetivo seja o de conseguir um emprego fixo ao término do estágio. Se você sente que essa é uma possibilidade real na empresa em que você está, não faria sentido mudar. Se a outra empresa, além dos 200 reais, puder lhe dar garantias melhores de uma efetivação, seria conveniente que você aceitasse a proposta.

Mas vamos supor que essa garantia não exista em nenhuma das duas empresas. Nesse caso, eu lhe sugiro mudar. Porque o período de estágio é um aprendizado sobre o mercado de trabalho. E quanto mais você puder aprender, melhor será para o seu futuro.

Digamos que você mude e não se sinta feliz. Esse também será um aprendizado importante e lhe será útil para outros empregos que você venha a ter.

O conceito de felicidade, que as empresas chamam de "ambiente de trabalho", é um dos três motivos que um estagiário, ou empregado efetivo, deve levar em conta ao pensar em uma mudança. Os outros dois são remuneração e oportunidades de crescimento.

Na empresa em que você está, existe o fator ambiente, ou felicidade. Se a outra empresa lhe oferecer dois fatores ou os três, você pode mudar sem receio de ter tomado a decisão errada.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin