2015-10-29

'Empresa pediu para ninguém tirar férias, mas já estou com minha viagem marcada' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 29/10/2015, com uma ouvinte cuja empresa está passando por uma crise e pediu que ninguém tirasse férias, mas ela já tinha marcado uma viagem.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Empresa pediu para ninguém tirar férias, mas já estou com minha viagem marcada'

viajando de férias

Uma ouvinte escreve: "Como muitas empresas neste país, a minha também está passando por uma crise que já causou algumas demissões. Nossa diretoria pediu a colaboração de todos neste momento difícil. E em nome desse esforço conjunto, solicitou que os funcionários não tirassem férias nos próximos meses. Esse é o meu problema. Minhas férias já estão marcadas e venho há meses pagando uma viagem em prestações. Caso eu não consiga negociar com a agência de turismo a devolução do valor pago, o que já tentei e não consegui porque assinei um contrato, o que devo fazer? Perder o que gastei ou tentar sensibilizar a empresa?"

Bom, de fato, não creio que você conseguirá a devolução do que pagou. As agências de turismo também estão em fase de maré baixa e não vão abrir mão de algo que você assumiu formalmente.

Então, resta a você conversar com a empresa. Dizer que você quer participar do esforço coletivo, que até desistiria das férias, mas não gostaria de ter prejuízo. Proponha, por exemplo, que a empresa assuma que a reembolsará no ano que vem, quando a situação melhorar.

Se a empresa não concordar, sua decisão não será fácil. Perder o dinheiro será ruim, mas não creio que você conseguirá desfrutar das férias caso resolva tirá-las. Certamente você as passaria pensando no que acontecerá quando você retornar.

Em seu lugar, eu assumiria o prejuízo se estivesse em uma empresa na qual eu tivesse um bom ambiente e visse um futuro muito promissor para minha carreira. Caso contrário, curtiria as férias sem culpas.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin