2015-10-21

'Meu chefe diz que a direção não vê com bons olhos meu namoro com uma colega' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 21/10/2015, sobre namoros entre colegas de empresa e assédio moral.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Meu chefe diz que a direção não vê com bons olhos meu namoro com uma colega'

namoro colegas de trabalho

Um ouvinte escreve: "Comecei a namorar uma colega de trabalho e o meu chefe me disse que a empresa não podia proibir o namoro, mas que essa situação não era vista com bons olhos pela direção. Isso não seria assédio moral?"

Bom, do jeito que as coisas vão, até espirro de chefe anda sendo interpretado como assédio moral. No seu caso, não é. Mas poderia passar a ser, caso você começasse a ser perseguido por seu chefe. Se ele deixar de falar com você ou não lhe der uma oportunidade que você estava esperando ou, o que seria pior, se ele passasse a ofendê-lo publicamente por qualquer motivo.

Enquanto o comportamento dele não mudar de forma radical, o que está havendo é apenas uma determinação meio medieval da empresa, que ele está cumprindo.

No passado, muitas empresas agiam assim com relação a namoro e casamento entre empregados. Hoje em dia já não é tão frequente. Há uma tácita convenção de que a empresa não tem nada a ver com a vida pessoal de seus funcionários e que só deve manifestar algum desagrado se uma situação começar a interferir diretamente no rendimento profissional.

E mesmo assim, o chefe não precisa botar o dedo na ferida. Deve somente se colocar à disposição para colaborar, caso o empregado ache que essa colaboração será bem vinda.

Obviamente, a empresa pode substituir quem não está tendo o desempenho esperado, depois de ter sido avisado várias vezes. Logo, você só corre riscos se a sua paixão fizer o seu rendimento profissional despencar. Mas normalmente ocorre o contrário: quem ama, melhora.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin