2016-05-17

Distância entre degraus da carreira está mais para quilômetros - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 16/05/2016, com um ouvinte que não consegue se focar na carreira.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Distância entre degraus da carreira está mais para quilômetros

degraus carreira

"Meu problema é não ter foco", um ouvinte escreve e confessa: "Já passei dos 35 anos e tive vários empregos em setores e em funções diferentes. Durante todo esse tempo fiz vários cursos e posso afirmar, sem modéstia, que a minha formação é exemplar, mas até hoje não consegui encontrar algum tipo de trabalho que me mantivesse interessado por mais de um ano. Nunca tive dificuldades para me empregar e atualmente estou trabalhando, mas sinto que estou muito abaixo da minha qualificação e do meu potencial, e sem saber o que fazer para dar um passo mais definitivo em alguma direção."

Bom, muito provavelmente, você padece do mesmo mal que qualquer profissional enfrenta muitas vezes durante a carreira: o da insatisfação por nada estar acontecendo.

Mesmo as melhores carreiras raramente se desenvolvem em uma linha contínua e ascendente, em que as boas notícias sejam frequentes. Carreiras são mais como degraus, sendo que a distância entre um degrau e outro está mais para quilômetros do que para centímetros.

Os profissionais que se saem melhor nessa caminhada são aqueles que entendem que não existem períodos em que nada acontece. Mesmo que tudo pareça igual e que o próximo degrau nem pareça existir, um profissional nunca deixa de ser observado. É exatamente nesses momentos que as carreiras deslancham, ou através de sugestões, ou do entusiasmo para fazer alguma coisa pela milésima vez como se estivesse fazendo pela primeira vez.

Você é inteligente e capaz, e a sua falta de foco irá desaparecer se você deixar de esperar que os outros descubram o que você poderia fazer, sem que você tenha demonstrado que pode fazer.

Max Gehringer, para CBN.


1 comment:

Ana P. said...

deixei de trabalhar em empresa privada há muitos anos, mas sei que mesmo em empresa pública tem muito disso. A pessoa ou se acomoda e não faz mais nada com um mínimo de entusiasmo, ou nada a satisfaz e fica pulando de galho em galho.

Não vejo com bons olhos nenhuma das situações. E estou presa na primeira.

Blog Widget by LinkWithin