2012-02-01

Sabedoria tende a provocar discórdia, mas a ignorância é sempre unânime - ou Como Jesus era peripatético - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 01/02/2012, sobre como a concordância de todos em relação a algo não transforma aquilo em verdade, através do exemplo da história do professor que afirmou que Jesus era peripatético.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Sabedoria tende a provocar discórdia, mas a ignorância é sempre unânime

jesus peripatético

Numa empresa em que trabalhei, eu fazia parte de um grupo de treinadores. Éramos coordenados pelo chefe de treinamento, o professor Lima. E tínhamos um lema: para poder ensinar, antes é preciso aprender.

Um dia, nós nos reunimos para discutir a melhor forma de ministrar uma dinâmica, e um colega propôs usarmos como tema, um trecho do sermão da montanha. E o professor, que até ali estava meio calado, comentou que Jesus era peripatético.

Seguiu-se uma constrangida troca de olhares, mas antes que alguém criasse coragem para retrucar a afronta, o celular do professor tocou. E lá se foi ele, deixando a sala a vontade para conspirar.

Uma colega disse que o comentário tinha sido de extremo mal gosto. Outro foi mais longe, afirmando que era ofensivo. Alguém ponderou que talvez o professor não quisesse misturar religião com treinamento, levando outro alguém a insinuar que o professor era ateu.

E nós continuamos a malhar o professor, com gosto, até que ele retornasse à sala. E ao notar o clima de hostilidade, nos perguntasse o que estava acontecedo. Um colega corajoso falou em nome do grupo, e disse que aquela coisa de Jesus ser peripatético não tinha pegado bem.

"Por que não?", o professor respondeu. E explicou: Jesus se locomovia para fazer pregações, e portanto, a sugestão de usar o sermão da montanha tinha sido muito feliz. Então, era isso: peripatético quer dizer o que ensina caminhando. E nós, ali, encolhidos de vergonha. Bastaria um de nós ter tido a humildade de confessar que desconhecia a palavra que o resto concordaria. E tudo se resolveria com uma simples ida ao dicionário.

Mas nós havíamos ignorado a nossa própria regra. Para poder ensinar, antes era preciso aprender. E naquele dia, aprendemos duas coisas. A primeira: o fato de todos estarem de acordo não transforma o falso em verdadeiro. E a segunda: a sabedoria tende a provocar discórdia, mas a ignorância é sempre unânime.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin