2014-04-16

'Tenho dificuldades para cobrar e criticar meus subordinados' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 16/04/2014, com um ouvinte chefe que tem dificuldades de cobrar e criticar seus subordinados.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Tenho dificuldades para cobrar e criticar meus subordinados'

cobrança de chefes

Escreve um ouvinte: "Sou chefe direto de oito funcionários, todos mais velhos do que eu. Meu estilo é o do líder camarada, que ouve as pessoas, que se interessa pelos problemas delas e que tenta ajudá-las. Por um lado, essa boa imagem me garantiu duas promoções em pouco tempo. Por outro lado, tenho muitas dificuldades para cobrar e criticar os meus subordinados. Quando vejo que algum trabalho está ficando atrasado, eu mesmo faço. Não me incomodo em fazer, mas sei que um chefe deve mostrar mais autoridade. Qual seria a sua recomendação?"

Vamos lá. A sua tática, de fazer você mesmo o trabalho, é válida, porque evita que o subordinado dê a desculpa de que o tempo é curto e que não vai dar. Mas isso só pode ser feito uma ou duas vezes. A partir da terceira, o subordinado passa a delegar a responsabilidade dele para você. Essa é provavelmente a situação em que você se encontra neste momento.

O que você precisa fazer é determinar prazos, cobrá-los e não aceitar desculpas. Porém, antes, você precisa reunir a sua equipe e informar que esse novo sistema começará no dia seguinte. E essa reunião não é só informativa. Nela, ao abrir para perguntas e opiniões, você ouvirá de um subordinado que o trabalho é excessivo. E outro, que o setor precisa de mais funcionários. E talvez até alguma queixa quanto a salários. É nesse instante que você precisará mostrar que possui a autoridade que o cargo exige. Não prometa nada e afirme que você tem convicção de que o tempo é suficiente.

Se a situação não mudar, aplique uma advertência por escrito no menos produtivo. Talvez você perca um pouco da estima geral, mas é por isso que chefes ganham o que ganham.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin