2015-02-16

Aprenda a ser Chefe: Como criticar um subordinado que precisa de um empurrãozinho?

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 16/02/2015, com a série "Aprenda a ser Chefe", sobre como criticar um subordinado usando o método de colocar a crítica entre dois elogios.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Aprenda a ser Chefe: Como criticar um subordinado que precisa de um empurrãozinho?

crítica balança positivo negativo

Qual é a maneira mais eficaz de criticar um subordinado que está precisando de um empurrãozinho? É o sistema PNP, que são as iniciais de Positivo-Negativo-Positivo. Empresas modernas e humanas adotam esse procedimento, que funciona da seguinte maneira: a crítica fica no meio da frase, espremida entre dois elogios.

Por exemplo, o chefe chega para o funcionário e diz: "Eu sei que você vem se esforçando ao máximo, só que se você cometer mais um erro, serei obrigado a tomar medidas que eu não gostaria de tomar, mas tenho certeza que isso não vai acontecer porque você é inteligente." Assim, em teoria, o subordinado ficaria satisfeito, pelo menos do ponto de vista estatístico, porque recebeu dois elogios e só uma crítica.

A única desvantagem do sistema PNP é que o criticado tende a só escutar a crítica, porque é assim que a natureza humana funciona. Imagine o marido dizer para a mulher, no melhor estilo PNP: "Esse vestido é muito bonito, só está um pouquinho justo, mas tirando isso ficou ótimo!" E a mulher, se for normal, responderá: "Você está me chamando de gorda?"

Por algum motivo, muitos chefes acreditam que elogiar um funcionário é perda de tempo porque, afinal de contas, o subordinado está sendo pago para fazer o trabalho. Não é bem assim. O reconhecimento por um esforço adicional faz com que a produtividade e o ambiente melhorem.

Há também chefes que evitam criticar porque imaginam que isso aumentará o descontentamento do grupo. Você, como chefe, não precisa ter dúvidas. Adote o PNP. Uma crítica para dois elogios. E você passará a ser visto como justo e exigente, que é tudo o que um bom chefe precisa ser.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin