2016-04-18

Currículo deve conter apenas dados essenciais - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 18/04/2016, com quais informações que devem constar do currículo além do histórico escolar e experiência profissional.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Currículo deve conter apenas dados essenciais

currículo

Um ouvinte pergunta: "Além do histórico escolar e da experiência profissional, que outras informações um currículo deve ter?"

Bom ponto.

Ele deve conter apenas dados essenciais que facilitem a tarefa de quem for analisá-lo. Houve uma época em que se incluía tudo: endereço residencial, CEP, raça, sexo, estado civil e outros dados como nomes de filhos, que pouco ou nada interessam do ponto de vista profissional.

Então além do nome da pessoa e da cidade em que ela reside, deve constar o CPF, para evitar uma eventual confusão com homônimos se a empresa fizer uma triagem prévia.

Há alguns dados, como a carteira de motorista, que só devem constar se for exigência daquela vaga.

Foto não precisa, mas quem quiser pode colocar. Empresas já chegaram a pedi-las, mas não as pedem mais porque poderia caracterizar discriminação.

E no alto da página, logo abaixo do nome, um meio de contato rápido, de preferência celular e e-mail.

Há quem insira endereços de redes sociais, o que nunca foi necessário, mas ultimamente começou a ser, porque muitos recrutadores navegam pelas redes para descobrir detalhes que não seriam revelados em uma entrevista, como opiniões radicais ou racismo. Para evitar qualquer confusão, há quem coloque no final do currículo, a relação das redes a que pertence, enfatizando que fora elas, não está em mais nenhuma.

E finalmente, não é apropriado terminar o currículo com citações filosóficas ou religiosas. Não que elas não sejam relevantes para a vida pessoal, mas não o são no âmbito profissional.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin