2016-04-13

'Devo seguir carreira independente ou entrar nos negócios da família?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 13/04/2016, com um ouvinte que está se formando e está em dúvida sobre trabalhar ou não na empresa da família.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Devo seguir carreira independente ou entrar nos negócios da família?'

empresa familiar

Um ouvinte escreve: "Tenho 23 anos e estou me formando em Engenharia. Meu pai tem uma empresa e quer que eu vá trabalhar com ele. Só que o ramo nada tem a ver com o que estou estudando. Tentei explicar a meu pai que eu mais iria atrapalhar do que ajudar, mas ele me disse que tocar uma empresa é coisa que só se aprende fazendo. Tenho que decidir entre seguir uma carreira independente ou entrar no negócio familiar. E estou em dúvida sobre o que seria melhor."

Bom, para começar, eu não posso lhe dizer que o seu pai esteja errado, porque provavelmente ele aprendeu na prática a tocar a empresa que fundou, e por isso, pode falar com convicção.

Por outro lado, entrar na empresa do pai sem ter tido qualquer experiência anterior, pode dar a muitos filhos, embora não a todos, aquela impressão de só estar ali pelo parentesco e não pelo talento. Se esse for o seu caso, posso lhe sugerir um meio-termo: dizer a seu pai que você gostaria muito de ir trabalhar com ele, mas que prefere ter primeiro uma experiência em outra empresa, para adquirir conhecimentos que lhe serão muito úteis quando você ingressar no negócio familiar.

Um ano já lhe será suficiente para resolver o que fazer. E se ao final dele você decidir trabalhar com o seu pai, pelo menos terá aprendido o suficiente em termos de tecnologia, administração e relacionamento, para poder argumentar com o seu pai. E esse, na verdade, costuma ser o maior problema para filhos de donos que entram na empresa da família apenas com o diploma e sem nenhuma vivência.

Max Gehringer, para CBN.


1 comment:

sularien said...

Depois de um tempo afastada da blogosfera, fiquei feliz de saber que seu blog ainda está na ativa :)

Blog Widget by LinkWithin