2017-11-20

Empresas exemplares se esforçam para manter bons profissionais - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 20/11/2017, com um ouvinte que estava terminando seu aviso prévio de demissão e foi pedido para que continuasse na empresa por mais duas semanas.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Empresas exemplares se esforçam para manter bons profissionais

bom ambiente de trabalho

Um ouvinte escreve: "Consegui um novo emprego e pedi demissão do atual. A empresa iniciou um processo para a contratação do meu substituto, mas não apareceram candidatos com o perfil desejado. Há uma semana do término do meu aviso prévio, meu superior me solicitou que eu ficasse por mais duas semanas, para que o serviço do setor não sofresse nenhuma ruptura, já que ninguém poderia fazer o meu trabalho. Tomei minha decisão e não vou dizer qual é, mas gostaria de saber o que você me teria recomendado fazer."

Eu só lhe teria recomendado ficar se você sempre tivesse sido muito bem tratado, se a empresa fosse exemplar e se o novo empregador não visse nenhum problema em aguardar mais duas semanas por sua chegada. Mas, se tudo isso fosse verdade, por que razão você teria pedido a conta?

Uma empresa exemplar teria lhe dado muitos motivos para que você nunca tivesse pensado em sair, como oportunidades de desenvolvimento, ambiente e remuneração. Ao pedir a demissão e ter o pedido aceito, você encerrou o seu vínculo. O aviso prévio foi só uma formalidade legal.

Qualquer que tenha sido a decisão que você tomou, espero que ela não tenha lhe trazido arrependimento. Mas, ter ficado mais quinze dias, só lhe teria trazido benefício de manter as portas abertas para retornar um dia, o que não me parece muito coerente no caso de alguém que não viu motivos para continuar na empresa.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin