2018-05-11

'Fui contratado ganhando menos do que outras empresas pagam pela mesma função' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 11/05/2018, com um ouvinte que entrou numa multinacional e descobriu que está ganhando menos do que outras empresas pagam.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Fui contratado ganhando menos do que outras empresas pagam pela mesma função'

salário menor

Um ouvinte escreve: "Faz um mês, participei de um processo para uma vaga de auxiliar administrativo em uma multinacional e fui admitido. Fiquei contente com a oportunidade até constatar que estou ganhando pouco.

Descobri isso da pior maneira, quando um amigo, que tem um trabalho semelhante, mas em uma empresa de médio porte, me contou quanto ele estava ganhando. E era 20% mais que eu ganhava. Depois, investigando aqui e ali, conclui que fui mesmo contratado por um valor baixo. Pergunto se seria inconveniente eu abordar esse fato com o meu gerente?"


Bom, inconveniente não seria, mas não irá mudar a situação.

Você pode avaliar a questão de outro modo. Ao receber a proposta, você considerou o salário razoável. E continuou a considerá-lo, até descobrir que outras empresas estão pagando melhor. Imagino que você tenha feito também uma comparação entre os benefícios oferecidos, já que o salário é uma parte da remuneração.

Mesmo assim, sugiro que você fique um ano na empresa. Aprenda o que puder e mostre que é bom. Se nesse ano você não receber nenhum reajuste, poderá conseguir outro emprego ganhando 30% mais, porque já terá, no currículo, a grife de uma multinacional.

Esse é um investimento que dá bom retorno e é por isso que tantos jovens querem começar a carreira em multinacionais, que, por sua vez, não precisam pagar altos salários iniciais porque sempre há um bom fluxo de candidatos.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin