2018-05-10

Nunca responda mensagens mal-educadas de imediato - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 10/05/2018, com uma ouvinte que respondeu uma mensagem injuriosa e acabou sendo penalizada.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Nunca responda mensagens mal-educadas de imediato

respondendo e-mails

Escreve uma ouvinte: "Respondi a uma mensagem injuriosa, que recebi de um colega de outro setor da empresa, e bati de volta no remetente. Para minha surpresa, o ofendido levou o caso ao conhecimento do meu gerente, que me advertiu verbalmente.

Pior que isso, o gerente me disse que eu vinha sendo considerada para uma eventual promoção. Mas, para merecê-la, eu teria que aprender a lidar melhor com meu destempero. Posso ter me excedido um pouco no que escrevi, mas o fulano que começou a encrenca saiu ileso e não sei bem como digerir esse mal entendido."


Bom, uma dica para você e muitos ouvintes: a facilidade tecnológica da resposta instantânea tem um lado perverso.

Em redes sociais existe até um acordo informal de que mensagens recebidas precisam ser retornadas de imediato, para demonstrar o interesse em participar do grupo.

O resultado é que todos os dias há notícias sobre gente se explicando nas redes, por ter postado antes de ter pensado. Em empresas, como você aprendeu da pior maneira, o desfecho de uma resposta impensada pode ser muito prejudicial.

A recomendação é nunca responder de bate-pronto a algo que lhe tenha deixado enfurecida. Redija a resposta, aguarde meia hora, leia novamente com mais calma, retire do texto o que for ofensivo, deixe o que for profissional e só aí encaminhe a mensagem.

Em comunicações diretas, a tecnologia tanto pode ser um atalho quanto uma armadilha.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin