2018-05-08

Por que alguém tão eficiente pode ficar estacionado na mesma função? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 08/05/2018, com um ouvinte que é aconselhado por um colega mais velho, mas que está na mesma posição que ele.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Por que alguém tão eficiente pode ficar estacionado na mesma função?

funcionário sênior

Um ouvinte escreve: "Tenho 23 anos e um de meus colegas de seção tem o dobro da minha idade. Nós conversamos bastante e ele sempre me oferece conselhos de carreira, que para mim, fazem todo o sentido. O que não consigo entender é como, alguém como ele, calmo, controlado, respeitoso, estudado e eficiente no trabalho, está estacionado há tanto tempo na mesma função em que eu estou começando. Será que estou ouvindo conselhos da pessoa errada?"

Não necessariamente, se esse seu coach informal, um dia, decidiu que não queria ter uma posição de chefia e está satisfeito com a função e com o salário.

Agora, se ele está lhe dando sugestões de como agir para subir na carreira, não custa você perguntar a ele que tipo de empecilhos ele encontrou e não conseguiu superar.

Eu também me deparei com pessoas como esse seu aconselhador no começo da minha vida profissional. E posso lhe garantir que o tempo que dediquei a escutá-las não foi desperdiçado, muito pelo contrário. Apenas eu ouvia também as histórias de quem havia conseguido subir rapidamente e parecia não ter tantas condições assim para ser promovido.

Eu sugiro que você faça o mesmo. Escutar os dois lados e extrair o essencial de cada um, será muito útil na hora de você tomar uma decisão de carreira.

Mas é bom lembrar que a sabedoria não estará em tudo o que você ouve, mas em seu próprio discernimento, para utilizar o que for aproveitável e descartar o que for só bravata ou lamúria.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin