2018-07-24

'Posso reclamar com a empresa sobre apelidos dados pelo meu gestor aos subordinados?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/07/2018, com uma ouvinte que tem um chefe que chama seus subordinados por apelidos.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Posso reclamar com a empresa sobre apelidos dados pelo meu gestor aos subordinados?'

bronca no trabalho

Uma ouvinte escreve: "Tenho restrições à maneira como meu gestor se dirige aos subordinados, através de apelidos que ele inventa. Pessoalmente, considero esse tratamento degradante e ofensivo. E pergunto se é nosso direito reclamar com a área de humanas da empresa?"

Sim, é direito de vocês. Não creio que apelidos sejam necessariamente uma maneira de ultrajar a alguém. Mas há quem não goste e empresas alinhadas com o politicamente correto são sensíveis a casos como esse.

Mas há algo que eu gostaria de ponderar. Muito mais importante do que a forma, é o conteúdo. Caso o seu gestor seja intimado pela direção da empresa, a chamar os subordinados pelo nome ou sobrenome, haveria mais alguma reclamação séria, quanto ao modo como ele se comporta?

Ele cumpre o que promete? Elogia a quem merece? Dá instruções adequadas sobre o trabalho? E cobra, sem ofender, a quem não estiver fazendo bem, o que é pago para fazer?

Se tudo isso for verdade, vocês têm um ótimo gestor, que certamente não tem a mínima ideia de que possa estar ofendendo aos apodados. E talvez não esteja, porque há quem prefira ser chamado pelo apelido, que pode ser um diferencial profissional.

De qualquer forma, o manual de etiqueta corporativa recomenda que cada um seja chamado pelo nome que deseje, tanto pelos gestores, quanto e, principalmente, pelos colegas, já que toda empresa sempre tem um Zé Mané boca-suja, digo, um José Emanuel vituperador.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin