2011-12-21

'Como conviver com um colega negativista?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 21/12/2011, sobre os dois tipos de colegas negativistas.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Como conviver com um colega negativista?'

negativismo

"Trabalho em uma empresa que tem uma pessoa negativista, que só vê problemas em tudo", reclama um ouvinte. "Como conviver com um colega assim?"

Bom, permita-me separar dois tipos de comportamento bem diferente. Um é o do funcionário que age somente em causa própria. Por não ter tido a carreira que pensava poder ter, e por sentir que não terá as oportunidades que outros vêm tendo ou tiveram, ele se consola tornando-se um crítico feroz. Invariavelmente, o discurso dele ignora os méritos alheios e maximiza qualquer erro cometido.

O caso oposto é o do funcionário que não elogia ninguém, mas é capaz de enxergar e avaliar decisões ou omissões, que podem vir a comprometer os resultados da empresa. As opiniões dele, mesmo que expressas em um tom amargo, possuem consistência e substância.

É possível que ambos os tipos sejam tratados pelos colegas da mesma maneira, como pessimistas ou desagregadores. E não é fácil conviver com nenhum dos dois. Mas há uma diferença de conduta. O alvo do primeiro tipo são as pessoas, e o do segundo, é a empresa. O primeiro se esforça para provar que qualquer um é pior do que imagina ser, enquanto o segundo deseja que a empresa seja melhor do que é.

Nas empresas pelas quais passei, eu procurava neutralizar o ambiente pernicioso que o primeiro tipo poderia gerar. Mas me preocupava quando não encontrava o segundo tipo, que é uma espécie de consciência falante, por vezes enervante, mas que nem por isso deve ser desprezado.

Deixo a nosso ouvinte a decisão de entender com que tipo ele está lidando. O primeiro critica para se sentir melhor e deve ser ignorado. O segundo critica para que todos parem e pensem, e merece ser ouvido.

Max Gehringer, para CBN.

1 comment:

Albuq said...

Conviver com os dois tipos, é no mínimo stressante. kkkk
bjs

Blog Widget by LinkWithin