2015-12-28

Empresa não dar retorno após processo seletivo é falta de respeito - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 28/12/2015, sobre como empresas não dão retorno após uma entrevista de emprego e três perguntas para se fazer na entrevista que poderão ajudar a saber qual o resultado da seleção de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Empresa não dar retorno após processo seletivo é falta de respeito


Uma ouvinte escreve: "Aos 42 anos de idade e 22 de carreira profissional, sem nunca ter passado um dia sequer desempregada, fui atingida pela bruxa da crise e fiquei sem emprego. Isso foi há três meses. Como meu histórico profissional é bom, tenho sido convocada para algumas entrevistas, mas uma coisa me chama a atenção e me deixa preocupada, para não dizer irritada: nenhuma das empresas que me entrevistou me deu qualquer retorno. Em uma delas participei de três entrevistas em cinco dias e depois disso não recebi nenhum comunicado. Parece-me óbvio que não fui selecionada, mas não ser avisada disso através de um simples e-mail me parece falta de respeito. Estou errada?"

Não, você está certa. As empresas deveriam ter essa dose mínima de cortesia profissional. Como você continuará a participar de processos, uma sugestão que lhe dou é a de perguntar quando receberá uma resposta, se poderá entrar em contato caso não a receba e a quem deverá endereçar o seu e-mail.

São três perguntas que não ofendem a ninguém, mas as respostas que você irá ouvir já serão um bom indicativo de como funciona a comunicação, para não dizer o respeito, naquela empresa.

Assim como você, a maioria dos candidatos a emprego não pergunta se receberá uma resposta, acreditando que isso seja o mínimo que uma empresa educada faria. Infelizmente, não é. Portanto, entre ficar na agonia ou perguntar antecipadamente, pergunte.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin