2016-08-23

'Sou executivo e era muito mais feliz quando ganhava pouco' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 23/08/2016, com um ouvinte que era mais feliz no começo de sua carreira.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Sou executivo e era muito mais feliz quando ganhava pouco'

infeliz no trabalho

Um ouvinte escreve: "Ocupo uma função executiva em uma instituição de grande porte. Sou reconhecido pelos chefes e colegas, e ganho bem. Levei 20 anos para chegar ao cargo que ocupo e não sei se o que vou dizer é um sacrilégio, mas eu era muito mais feliz no começo de minha carreira, quando ganhava pouco. Hoje vivo uma pressão constante, uma cobrança interminável por resultados e começo a me perguntar se estou finalmente tendo um choque de realidade."

Vamos lá. No começo de sua carreira, como todo jovem, você tinha tempo para se dedicar a coisas não relacionadas ao trabalho: diversão, lazer, amizades desinteressadas. Na medida em que você foi subindo na hierarquia, esse tempo lúdico foi sendo substituído pelas exigências dos cargos que você passou a ocupar.

Para a maioria dos executivos, a remuneração compensa o sacrifício. Para outros, como você, parece um preço alto demais a ser pago.

A única maneira de superar esse momento é pensar o que seria da sua vida se agora, aos 40 anos, você ainda tivesse a mesma função que tinha aos 20 anos, e um salário equivalente a ela. Isso lhe deixaria alegre e satisfeito ou você estaria hoje se lamentando por não ter investido em sua carreira?

Eu lhe diria que você apenas substituiu parte da felicidade pessoal que tinha, pela felicidade pessoal que tem. Reconheço que talvez não seja a troca perfeita, mas ela está longe de ser tão imperfeita a ponto de deixar você infeliz.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin