2018-06-26

É melhor apoiar do que confrontar os filhos nas escolhas profissionais deles - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 26/06/2018, com um ouvinte que está discutindo com o pai sobre suas escolhas profissionais.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

É melhor apoiar do que confrontar os filhos nas escolhas profissionais deles

pais vs filhos

Um ouvinte escreve: "Tenho 21 anos, estou concluindo a faculdade e já comecei a procurar uma boa vaga, em uma boa empresa. Meu pai vem insistindo para que eu arrume um emprego, qualquer um. Mas eu tenho ponderado com ele que sei o tipo de emprego que quero. Estou tentando encontrar e sei que vou conseguir.

Mas a coisa chegou a um ponto em que nossas conversas se tornaram repetitivas. Ele diz o que acha, eu digo o que acho, e ele logo volta ao mesmo assunto. Como ele é seu ouvinte, você poderia, delicadamente dizer a ele, que eu posso e vou resolver a minha vida profissional, sem que ele precise interferir?"


Humm, vamos lá. Prezado ouvinte pai, você não deveria estar começando a dizer essas coisas a seu filho agora. Deveria ter começado a dizê-las há três ou quatro anos. Se ele tivesse iniciado a vida profissional naquela época, hoje ele estaria com a carreira encaminhada e não haveria essas discussões entre vocês.

Mas como isso não aconteceu, permita-me, delicadamente, lhe sugerir que deixe seu filho passar pela necessária experiência de descobrir que nem tudo será tão fácil como ele imagina. Ou então, o que seria muito melhor, que ele possa lhe mostrar que conseguirá ingressar em uma boa empresa.

Portanto não é preciso continuar tentando vencer a resistência do seu filho pela insistência. Ele já sabe que o ônus de provar que está certo é só dele. E nesse momento, para o bem da harmonia familiar, seria melhor apoiá-lo do que confrontá-lo.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin