2012-10-29

Não se deve falar mal da empresa anterior voluntariamente - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 29/10/2012, sobre como não se deve falar mal da empresa anterior voluntariamente em entrevistas de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Não se deve falar mal da empresa anterior voluntariamente

não falar mal da empresa anterior

Um ouvinte escreve: "Ouvi você dizer várias vezes que não se deve criticar a empresa anterior em entrevistas de emprego. Pois bem. No meu caso, recentemente, participei de um processo e o entrevistador me perguntou se eu já havia tido algum conflito com um colega de trabalho. Acontece que eu tive, mas respondi que não. O entrevistador então me disse que isso não era possível, porque conflitos fazem parte da rotina. Para não pegar mal, eu respondi que tinha tido um ou outro desentendimento, mas nada sério. E ele então me pediu para relatar um desses casos, e acho que me perdi. Depois de um minuto, eu já tinha falado tudo e mais um pouco de um ex-colega, que era invejoso e carreirista. Pergunto se a regra de não falar mal da empresa anterior era válida nesse caso."

Vamos lá. O que eu disse várias vezes é que não se deve falar mal da empresa anterior voluntariamente. Por exemplo, se o entrevistador perguntar por que você saiu do emprego, não pega bem sair disparando contra chefes e colegas. Porém, quando a pergunta é direta, sobre um conflito, as coisas mudam de figura.

É bom estar preparado para citar algum caso que tenha acontecido e, principalmente, um que tenha sido bem solucionado. Isso porque, ao fazer a pergunta, o entrevistador não está querendo saber se você já se desentendeu com algum colega. Ele sabe que isso já aconteceu com você, porque aconteceu também com o próprio entrevistador e com qualquer empregado de qualquer empresa. O que ele quer saber é como você administrou o conflito.

Então, resumindo, não se deve criticar a empresa anterior se um conflito não foi bem resolvido. Mas deve-se ter pronta uma resposta que mostre como você é bom para resolver conflitos.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin