2012-10-30

'Ninguém explica porque meu perfil não se encaixa nas exigências' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 30/10/2012, sobre o que é "o perfil" que algumas empresas esperam do candidato a emprego.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Ninguém explica porque meu perfil não se encaixa nas exigências'

perfil profissional

Uma ouvinte escreve: "Já perdi um par de oportunidades em processos seletivos por não ter o perfil que as empresas desejavam para a vaga, embora nenhuma delas tenha me explicado adequadamente porque o meu perfil não se enquadrava nas exigências. Pergunto se perfil tem mais a ver com escolaridade e experiência, ou se principalmente leva em conta traços de estética e personalidade?"

Bom, essa resposta seria mais fácil se a pergunta fosse feita até uns 30 anos atrás. Na época, os anúncios de emprego listavam, além da escolaridade e da experiência anterior, algumas características pessoais. Por exemplo, um anúncio podia dizer com todas as letras o seguinte: "Procuramos uma pessoa do sexo feminino, solteira, com idade entre 18 e 25 anos, que tenha boa aparência e boa apresentação pessoal." Ou, traduzindo: jovem, bonita, solteira e bem vestida.

Atualmente, as exigências tanto do comportamento politicamente correto, quanto de leis que proíbem a discriminação, transformaram aquilo que ficava cristalino nos anúncios, em um palavra que mais esconde do que explica as verdadeiras intenções do contratante. Essa palavra é: perfil.

Talvez por isso você não tenha recebido ainda uma explicação convincente. A sinceridade explícita dos anúncios de outrora poderia facilmente resultar, nos dias atuais, em um processo. Porque nenhuma empresa pode descartar um candidato com base em características físicas, idade, estado civil, situação econômica ou preferência sexual.

Tudo isso é ótimo e muitas empresas não apenas levam a sério essas condições, como de fato acreditam nelas. As que não acreditam preferem dizer que o perfil do candidato não é adequado. E não explicam porquê.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin