2012-10-26

'O que devo fazer para não errar no meu primeiro cargo de liderança?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 26/10/2012, com uma lista de cinco erros que um novo chefe deve evitar.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'O que devo fazer para não errar no meu primeiro cargo de liderança?'

cargo de liderança

Um ouvinte escreve para dizer que foi promovido a encarregado de setor. "Vai ser a minha primeira função de liderança", ele conta, "e gostaria de ouvir algumas dicas para não pisar na bola."

Bom, primeiro parabéns. E vamos a uma pequena relação de cinco erros cometidos por chefes frescos, no bom sentido. Ou por insegurança, ou por excesso de autoconfiança.

Primeiro erro é não entender que o chefe depende mais da equipe do que a equipe depende do chefe. Eu já vi inúmeras empresas substituírem chefes, mas não me lembro de ter visto nenhuma que manteve o chefe e substituiu a equipe inteira. Portanto, o papel do chefe é o de criar condições para que a equipe trabalhe satisfeita.

O segundo erro é o de não mostrar firmeza quando for preciso tomar uma decisão não muito simpática ou criticar um trabalho mal feito. Chefe não pode vacilar na hora de mostrar autoridade.

O terceiro erro é o de não impedir a formação de grupinhos ou panelinhas. O tratamento deve ser igualitário a todos os subordinados. Somente assim todos se sentirão seguros para trabalhar, sem o temor de estarem sendo vítimas de intrigas ou fofocas.

O quarto erro é não ouvir. Há quem acredite que se tornar chefe é sinônimo de ficar surdo. Escutar e pesar opiniões antes de tomar uma decisão é um sinal de sabedoria, e não de fraqueza.

E o quinto erro é começar a fazer mudanças antes de entender porque cada coisa é feita do jeito que está sendo feita. Esse é um dos erros mais comuns de um novo chefe: o de fazer o que não é preciso, só para mostrar, a quem o promoveu, que mereceu a promoção.

A parte boa dessa história é que equipes muito raramente tendem a rejeitar chefes antes que eles mesmos dêem um motivo para isso. Portanto, tudo o que o nosso ouvinte precisa fazer é consolidar esse apoio inicial que ele terá.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin