2012-11-30

Procure informações sobre o mercado de trabalho antes de definir o curso - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 30/11/2012, com dicas para os jovens que estão definindo qual curso cursarão na faculdade.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Procure informações sobre o mercado de trabalho antes de definir o curso

vestibular

Uma ouvinte escreve para manifestar a sua decepção com a falta de oportunidades na área em que se formou. Ela é zootecnista.

De fato, basta fazer uma busca na internet para descobrir os motivos. O mercado de zootecnia é restrito. Em muitos casos, existe uma justaposição, que não deveria existir, entre a zootecnia e a veterinária. E finalmente, não existe suporte do governo para a expansão da profissão. Tudo isso, porém, não aconteceu de repente. Essas informações estão disponíveis na internet há anos. Por isso, vou aproveitar esse caso particular para generalizar a situação.

Ao decidir que faculdade pretende cursar, um jovem precisa ter duas coisas em mente. A primeira é a sua simpatia pessoal por uma determinada profissão. E a segunda é a busca de informações sobre o mercado de trabalho para ela. Muitos jovens, como a nossa ouvinte, só vão descobrir após concluir o curso, que o número anual de novas vagas oferecidas é consistentemente menor que o número anual de formandos, uma situação que só faz aumentar o tamanho da fila.

Isso não quer dizer que todo mundo deveria optar pelos cursos mais óbvios, como Administração, Direito ou Engenharia. Pelo contrário, o gosto pessoal por um determinado curso deve sempre ser a primeira referência. Porém, quando um curso é restrito, o jovem precisa estar consciente de que a sua busca por oportunidades na área começa assim que ele for aprovado no vestibular. Durante todo o curso, ele deve buscar contatos com as associações de classe e participar de eventos, mesmo em outras cidades e estados.

Essa é a diferença. Nos cursos amplos, as oportunidades brotam após a formatura. Nos cursos restritos, elas precisam ser semeadas e cultivadas desde o primeiro dia.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin