2014-03-20

'Estou pensando em mudar para uma área que não exige tanta concentração e atenção a detalhes' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 20/03/2014, com um ouvinte que aparentemente tem problemas com concentração.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Estou pensando em mudar para uma área que não exige tanta concentração e atenção a detalhes'

concentração no trabalho

Um ouvinte escreve: "Sou técnico em eletrônica e tive três empregos em menos de dois anos. Fui dispensado dos três por motivos semelhantes: falta de entendimento e assimilação do trabalho, e dificuldade para cumprir prazos. Estou pensando em mudar de área de atividade, fazendo algum curso que não exija tanta concentração e atenção a detalhes. O que você me sugere?"

Bom, naturalmente, se você foi admitido três vezes é porque tem uma boa formação. E se foi demitido dos três empregos em curto prazo, pelo mesmo motivo, já não se pode mais dizer que foi perseguição. Por isso, eu lhe sugiro que, antes de se decidir por um novo curso, você consulte um psicólogo. Porque, parece-me, o seu problema não é profissional, e sim, clínico. E se for, ele continuará a aparecer em qualquer trabalho que você execute.

Aparentemente, você tem um distúrbio chamado déficit de atenção, que lhe impede de se concentrar continuamente em uma tarefa e dar uma sequência normal a projetos começados. Se você se distrai com frequência, por motivos que não causam o mesmo grau de distração a seus colegas, como sons, imagens ou movimentos, e se tudo isso faz com que você dê aquelas viajadas enquanto os demais continuam a tarbalhar normalmente, existem tratamentos adequados que podem minimizar o seu problema.

Fazer uma nova faculdade para mudar de área talvez até possa vir a ser uma solução, mas certamente não seria a primeira da lista. A ajuda psicológica faria bem mais sentido, porque o ajudaria a entender e superar um problema que é mais comum do que você imagina.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin