2016-07-25

'Devo mencionar minha doença no processo seletivo se ela não afeta o desempenho?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 25/07/2016, com um ouvinte que foi diagnosticado com uma doença grave, porém que não o impedirá de trabalhar, e quer saber se deve mencionar isso numa entrevista.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Devo mencionar minha doença no processo seletivo se ela não afeta o desempenho?'

doença no trabalho

Um ouvinte escreve: "Fui diagnosticado com um tipo meio raro de linfoma, que vai exigir um tratamento longo, provavelmente durante alguns anos. Não é nada que atrapalhe o meu trabalho, que pode continuar sendo desenvolvido normalmente. Mas sei que a simples menção a qualquer tipo de câncer costuma deixar as empresas com um pé atrás, na hora de uma contratação. Como estou procurando emprego, pergunto se nas entrevistas devo mencionar a minha situação médica e explicar que ela não irá afetar o meu desempenho?"

Não, não deve. Se o seu médico lhe deu as informações que você colocou nesta mensagem, e se você se sente em condições de executar com eficiência um trabalho que lhe for oferecido, não há nada que o obrigue a revelar a sua condição clínica.

Uma empresa que se dispuser a contratá-lo irá realizar os exames médicos de praxe. E se você for dado como apta, isso é suficiente.

Um dia, quando você precisar se ausentar do trabalho para um exame, você já terá tido tempo suficiente para mostrar, na prática, que o seu rendimento profissional é tão bom quanto o de seus colegas.

Espero que você se recupere no menor tempo possível.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin