2012-01-04

Filme: Um Dia

Eu acho que a maioria já deve ter conhecido (ou mesmo ter feito parte de) um casal que era notadamente feito pra ficar junto, mas cujas duas pessoas ficavam enrolando, seja se mantendo na zona da amizade, seja por outro motivo qualquer, até que uma hora o casal se resolvia e você suspirava um 'ufa, até que enfim'. Se você não tem ou teve um casal conhecido assim, pode ver o filme Um Dia (One Day no original) e saberá do que estou falando. E poderá até derramar algumas lágrimas no final, se você for mais sensível.

filme um dia anne hathaway jim sturgess poster cartaz

Um Dia é uma adaptação de um livro de David Nicholls (adaptação esta feita pelo próprio autor, que assina o roteiro do filme). Na história, acompanhamos o casal Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgess), que se conhecem no dia 15 de julho de 1988, depois de uma festa de formatura. Depois de irem embora juntos para a casa de Emma, eles passam a noite dormindo juntos (e dormindo). A partir daí, acompanhamos a vida dos dois sempre no dia de São Swithin (15 de julho), ao longo de mais de vinte anos, onde vemos a amizade surgida entre eles, seus romances com outras pessoas, seus dramas pessoais e tudo o mais que a vida reserva. (E será que eles ficam juntos no final? Seria spoiler se eu contasse se eles ficam juntos ou não?)

filme um dia anne hathaway jim sturgess

É clichê dizer que o tempo passa bem depressa e que não vemos direito o ano passar. Clichê ou não, o fato é que pra maioria das pessoas, um ano não é tããão diferente assim do outro, sendo que alguns pequenos detalhes mudam e coisas se acumulam. Nesse sentido, a ideia (e execução) de Um Dia é genial, mostrando o desenvolvimento da vida dos personagens em apenas um momento, um dia do ano, o filme confere um ritmo honesto, realista e diferenciado à vida deles. Visualmente, isso pode ser notado no visual dos personagens, em especial, na maquiagem. Sutil, ela não mostra grandes diferenças entre um ano e outro, então até passa-se a impressão de que nada mudou nos personagens, mas então você se dá conta de que eles estão bem diferentes e que a maquiagem, alterando o visual gradativamente, teve um efeito acumulativo notável. Essa mudança do visual é bem visível no final do filme, que termina com um flashback, e então é notável a maquiagem, especialmente no personagem de Sturgess.

E falando em clichês, é interessante notar o caminho que os dois personagens de Um Dia tomam, de maneira inversa. Enquanto Dexter começa meteoricamente a carreira, Emma sofre servindo comida mexicana. E, no futuro, a situação se inverte, com o sucesso de Emma e o fundo do poço de Dexter, até que ela o salve.

filme um dia anne hathaway jim sturgess

Ainda no quesito clichê, o último terço do filme é recheado deles. Desde o clichê do que acontece ao prosseguimento da cena inicial (o filme inicia com uma rápida cena em 2006, volta para 1988 e vai contando a história até voltar a 2006 e além), que apesar de impactante, não deixa de ser bem previsível, até o clichê de 2003, quando Emma larga o namorado boa pinta tocador de piano pra correr atrás de Dexter, que meio que havia desistido, e sai correndo até o encontrar, o abraça e o plano termina com um beijo (sim, eles ficam juntos, se você achou que não, é porque realmente nunca viu filmes de romance ou leu livros do gênero, e não me culpe pelo spoiler mais do que óbvio). Apesar dos vários clichês, isso realmente acaba não importando muito para a experiência do filme no geral, pois vários deles são até mesmo esperados (e se até Woody Allen disse que às vezes um clichê é a maior maneira de se expressar um ponto de vista, quem sou eu pra dizer que não?).

filme um dia anne hathaway jim sturgess

Com atuações ótimas de Sturgess e Hathaway (mesmo esta repetindo mais uma vez o seu estereótipo de mulher bonita escondida atrás de uma camada de "feiúra" que depois desabrocha), Um Dia tem ainda um bom elenco de coadjuvantes, com destaque para Rafe Spall como Ian, um comediante sem graça que se engraça com Emma. Apesar disso, a maior parte da comédia vem mesmo de Hathaway, com os comentários sarcásticos e engraçados de Emma, como por exemplo, quando Emma admite ter tido uma queda por Dexter, e este pergunta o que aconteceu, ela responde algo como "Fui te conhecendo melhor. Você me curou de você", ou quando ela dá as boas vindas a um funcionário novo no restaurante mexicano em que trabalha, "Bem-vindo ao cemitério das ambições."

Um Dia é um bom filme. Dirigido por Lone Scherfig, filme mostra uma ótima trilha sonora que acompanha muito bem o desenvolvimento dos personagens e o clima de cada época. O texto também é bom, e na maior parte do tempo, flui ótimo, equilibrando alívios cômicos com algum drama mais pesado (apesar de destes serem pouco desenvolvidos, o que já seria esperado devido à estrutura narrativa presa a um dia do ano, por vez). E é sempre interessante ver alguma obra enfocando esse período de amadurecimento do jovem adulto, depois da formatura, em que ainda existe alguns (vários) resquícios da adolescência, mas a realidade começa a apertar.

filme um dia anne hathaway jim sturgess

Um Dia é um filme que fala de amor e de relacionamentos através dos anos. É um filme romântico por natureza, e apesar de se arrastar um pouco no final dos anos 90 (ninguém tem a vida toda atribulada ou interessante todo o tempo, afinal), entrega um bom produto final. O final do filme, aliás, foi meticulosamente calculado para fazer com que as vendas de lenço de papel aumentem. É de dar nó na garganta. Enfim, Um Dia, o filme, pode realmente não ser o filme romântico da minha vida. Mas, assim como Emma diz em certa parte do filme, "o que quer que aconteça amanhã, tivemos hoje", pelo menos tivemos um bom momento naquelas quase duas horas de imersão na vida deste casal, desconhecido a princípio, mas que com o passar dos dias dos anos, passamos a conhecer e até a gostar deles.

Trailer:



Para saber mais: crítica no Cinema em Cena.

9 comments:

Sentimental ♥ said...

ah, eu quero assistir...
é água com açúcar?

Andarilho said...

É bem doce sim. Mais saboroso do que só água com açúcar, na minha opinião.

Sentimental ♥ said...

obaaa!
estou nessa fase.
valeu.

Єmıℓч ' said...

eu assisti mais naum entendi o final, foi tudo um sonho ou não? (me desculpe pra quem naum assistiu)

Andarilho said...

Não, infelizmente não foi sonho. No final, o diretor apenas fez um flashback mostrando como foi o primeiro dia deles, só pra arrancar umas lágrimas da audiência :)

Єmıℓч ' said...

aaa, que pena, naum gostei :(

Anonymous said...

Por favor como termina esse filme quero muito saber!

Andarilho said...

SPOILER:

Emma morre, Dexter fica mal um tempo, mas se reconstroi. Termina com ele e a filha no lugar em que ele e Emma viveram um momento feliz no primeiro encontro. E neste momento, o filme volta no tempo e mostra isso. Ou seja, termina com um flashback.

Sentimental ♥ said...

Estou lendo o livro...

Blog Widget by LinkWithin