2012-05-01

As cinco regras básicas para apresentar uma sugestão - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 01/05/2012, com as cinco regras básicas para apresentar uma sugestão e não deixar uma sugestão virar um mero palpite.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

As cinco regras básicas para apresentar uma sugestão

caixa de sugestão

Uma ouvinte escreve o seguinte: "Gosto muito de dar sugestões. Mas as pessoas que trabalham comigo dizem que eu sou palpiteira e que me meto onde não é preciso. Seria melhor se eu deixasse de me preocupar em tentar colaborar e só tocasse o meu trabalho?"

Não! Se todo mundo fizesse isso, as empresas se tornariam burocráticas e obsoletas. Creio que a questão aqui é saber diferenciar o que é sugestão e o que é palpite. Se a maioria de seus colegas diz que você é palpiteira, é porque você está sendo percebida dessa maneira. O que você pode fazer é observar as cinco regrinhas básicas para apresentar uma sugestão. Aqui vão elas:

Primeira: sempre peça licença para falar. De preferência, depois que a pessoa que estiver falando terminar de expôr a ideia dela.

Segunda: não diga a primeira coisa que lhe vier à cabeça. Organize suas ideias antes de começar a falar ou pelo menos saiba onde você quer chegar.

Terceira: nunca critique nem a situação presente e nem uma sugestão que foi apresentada antes da sua. Isso faria com que algumas pessoas já se tornassem defensivas antes mesmo de você começar a expôr a sua ideia. Um erro comum é começar a frase com: "Ah! Eu tenho uma ideia melhor..."

Quarta: seja seletiva nos assuntos. Guarde suas sugestões para temas que realmente tenham importância. Sugestões são medidas pela qualidade e não pela quantidade.

Quinta: sempre que for possível, apresente dados e fatos que suportem a sugestão apresentada. As piores sugestões são aquelas que ficam no ar. Se não for decidido o que precisa ser feito e quem irá fazer o quê, a sugestão cai no vazio. E aí, o que poderia ter sido uma grande sugestão, vira um pequeno palpite.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin