2012-05-20

Que efeito casamento tem sobre carreira de recém-formada? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 07/05/2012, sobre os efeitos que um casamento tem sobre a carreira de uma mulher começando a carreira.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Que efeito casamento tem sobre carreira de recém-formada?

casamento

"Tenho 21 anos e estou noiva há 3 anos", escreve uma feliz ouvinte. "Gostaria de saber que efeito um casamento agora, poderia ter em minha carreira. No momento estou concluindo minha graduação e estagiando em uma empresa, mas não tenho garantias de que serei efetivada."

Bom, vamos então partir do princípio de que você não será efetivada. Ao participar de processos de seleção depois de casada, você precisará convencer o entrevistador de que não pretende ter filhos brevemente. Ele certamente não lhe perguntará isso de modo direto, mas encontrará uma maneira de perguntar sem que soe como intromissão em sua vida privada ou como discriminação.

Porém, a realidade é simples. Se existem várias candidatas para uma vaga, e se todas tiverem conhecimento e experiência equivalentes, a empresa contratará aquela que potencialmente trará menos problemas. E a gravidez é uma bênção para uma família, mas tem um custo para uma empresa.

Portanto, se a sua pretensão for a de engravidar logo, isso poderá ser um empecilho. Se essa não for a sua intenção, você deve dizer isto ao entrevistador antes mesmo que lhe seja perguntado. Explique que você e seu marido já entraram em acordo para só ter filhos daqui há dez anos.

Há também empresas que contratam pessoas que terão que viajar a serviço. Para uma recém-casada, isso nem sempre é conveniente. É algo que você precisa acertar com o seu marido antes do casamento.

E de resto, não vejo problemas. Conheço muitas executivas que são casadas e não tiveram a carreira prejudicada por causa disso. Mas, mesmo as que se casaram jovens, já estavam empregadas quando decidiram se casar. Talvez valha a pena você primeiro conseguir um emprego, fixar-se nele e depois de um ano, se casar. Mas eu sei que essa é uma decisão que envolve cérebro e coração. E nem sempre a racionalidade prevalece.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin