2014-01-24

O incrível teste do isqueiro - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/01/2014, com o teste do isqueiro que o Max usava para identificar criatividade e inovação nos candidatos em uma entrevista de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

O incrível teste do isqueiro

isqueiros

Um ouvinte escreve para dizer que há 8 anos montou uma consultoria com base em algo que ele me ouviu falar. O diferencial da consultoria dele é bem simples: dar assessoria permanente a empresas para que elas façam inovações sem grandes investimentos e nem mudanças radicais.

Eu creio que nunca comentei na CBN a história que o nosso ouvinte lembrou. Ao entrevistar candidatos a emprego, eu avaliava os fatores inovação e criatividade sem fazer nenhuma pergunta específica. Mas conseguia identificar os inovadores através de um pequeno presente ao final da entrevista: um isqueiro com o logotipo da empresa.

Ao recebê-lo, quase todos os candidatos agradeciam e faziam o mesmo comentário: "Obrigado, mas eu não fumo", o que significava que eles viam no isqueiro uma única utilidade, a mesma que todo mundo via. E isso era um sinal de que também não se preocupariam muito em tentar enxergar no trabalho, algo além do óbvio.

Mas havia exceções. Como a de uma candidata que agradeceu e guardou o isqueiro na bolsa. Quando perguntei se ela fumava, ela respondeu que não. Mas que um isqueiro tinha muitas utilidades, dentre elas, a de ser uma ótima lixa de unha. Aquela jovem é hoje uma empresária bem sucedida, assim como é o nosso ouvinte.

Por trás dessa história singela, está o fato de que os inovadores que as empresas procuram são os que têm pequenas ideias todos os dias. Elas permitem que uma empresa consiga promover grandes mudanças ao longo dos anos, sem gastar muito e sem que ninguém note cada mudança individualmente.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin