2014-01-16

'Qual o tempo ideal de permanência em uma mesma empresa?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 16/01/2014, sobre qual o tempo ideal de permanência em um mesmo emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Qual o tempo ideal de permanência em uma mesma empresa?'

tempo de empresa

Escreve um ouvinte: "Estou na mesma empresa há nove anos. Comparando a minha carreira e o meu salário com o de colegas que se formaram comigo na faculdade e com os quais mantenho contato, conclui que nem estou no topo da lista e nem no fundo dela. Estou ali pelo meio. O que me chama a atenção é que nenhum desses colegas continua trabalhando na mesma empresa em que começou, só eu estou. Alguns deles já mudaram várias vezes de emprego e são atualmente os que ganham mais, embora outros, que também mudaram bastante, estejam no fim da lista. Pergunto se a multiplicidade de experiências é um fator positivo e qual seria o tempo ideal de permanência em uma mesma empresa?"

Bom, vamos mudar a pergunta. Qual seria o tempo ideal de um casamento? Você deve ter colegas que casaram e se separaram. E até alguns que já se separaram mais de uma vez em poucos anos. A resposta, tanto para o casamento quanto para o emprego, é a mesma: se você está feliz com a situação, não mude só porque outros mudaram.

Avalie a sua evolução no emprego. Você continua fazendo a mesma coisa que fazia há nove anos? Seus colegas de empresa que começaram na mesma época que você, ou um pouco depois, estão tendo carreiras mais bem sucedidas do que a sua? Você foi passado para trás em alguma oportunidade de promoção?

Se nada disso aconteceu, não se preocupe com o tempo de casa. Por outro lado, nunca deixe de ficar de olho no mercado. Mudar sem um bom motivo ou deixar de mudar quando há um bom motivo são duas coisas igualmente danosas para a carreira.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin