2014-01-31

'Sou um gerente com fama de mau' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 31/01/2014, com um ouvinte gerente que tem fama de mau, cujo diretor lhe recomendou ser mais brando.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Sou um gerente com fama de mau'

gerente nervoso

Um ouvinte escreve: "Sou um gerente com fama de mau. Não sou desrespeitoso para com meus subordinados, apenas exijo um trabalho bem feito e cobro constantes melhoras de desempenho. Acontece que meus pares gerentes têm um perfil mais 'amigável'. Eles relevam erros que eu não relevo e aceitam desculpas que eu não aceito. E, na comparação com eles, acabei ganhando a má fama que tenho.

Recentemente, um subordinado meu procurou o setor de recursos humanos e solicitou uma transferência para outro setor, qualquer um, alegando que é impossível suportar a pressão que eu exerço sobre a minha equipe. Fui chamado a me explicar pelo diretor de recursos humanos e me expliquei. Mas ele recomendou que eu adotasse uma postura mais branda. Até posso fazer isso, mas temo que a minha equipe passe a me ver como alguém que perdeu o pulso por imposição da empresa. O que você me recomenda?"


Primeiro, eu recomendaria o que é mais elementar: se você recebeu uma recomendação de um diretor, não a ignore.

Segundo, não vai adiantar você chegar ao trabalho numa bela manhã, distribuindo flores e beijos, porque esse nunca foi o seu estilo. O que você pode fazer é reunir a equipe e explicar que começará a trabalhar com metas individuais que serão avaliadas semanalmente, em substituição ao sistema atual de uma cobrança por minuto.

Não estou insinuando que você tem sido mau além da conta. Existem empresas que apreciam gerentes com esse seu perfil de cobrador sem trégua. Mas, se a sua empresa decidiu que esse não é o modelo que ela deseja, das duas, uma: ou você se adapta ou procura outra empresa, em que você não seja a nota distoante.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin