2018-08-06

Período de experiência deve ser remunerado se gerar lucro para empresa - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 06/08/2018, com um ouvinte que recebeu uma proposta de trabalhar alguns dias como teste, mas sem remuneração.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Período de experiência deve ser remunerado se gerar lucro para empresa

ambiente de trabalho

Um ouvinte escreve: "Uma empresa, na qual fiz entrevista, me propôs passar cinco dias em período de teste, para depois decidir se eu seria aprovado e contratado. Pergunto se esse procedimento é normal?"

Não só não é normal, como é ilegal.

Uma empresa pode propor que o candidato passe por esse período de testes funcionais, durante dois ou três dias, mas terá que pagar pelas horas, caso o candidato não seja contratado. Isso pode ocorrer, por exemplo, em metalúrgicas, nas quais a habilidade com determinados equipamentos de precisão, precisa ser comprovada antes da contratação.

Mas vamos separar bem duas coisas. Em processos seletivos, é comum haver vários testes como entrevistas, provas escritas e dinâmicas de grupo. Muitas vezes um candidato pode gastar vários dias, seguidos ou não, até que o processo seja encerrado com a escolha de um dos concorrentes. Nada disso precisa ser remunerado.

Mas se o teste consistir em executar algum tipo de trabalho, que irá representar faturamento e lucro para a empresa, aí o pagamento é obrigatório. Um caso fácil de entender é o telemarketing, em que um candidato pode ser convidado a passar alguns dias ligando para eventuais clientes e, efetivamente, vendendo produtos.

Não creio que esses tipos de trabalhos, disfarçados de testes, sejam prática comum no mercado. Mas são uma irregularidade que pode ser denunciada em uma delegacia do trabalho ou no sindicato da categoria.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin