2015-03-06

Aprenda a ser Chefe: Vale a pena deixar de ser chefe para ganhar mais? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 06/03/2015, com a série "Aprenda a ser Chefe", sobre quando vale a pena deixar de ser chefe em uma empresa para ganhar mais em outra, mesmo com um cargo mais baixo.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Aprenda a ser Chefe: Vale a pena deixar de ser chefe para ganhar mais?

salário de chefe

Vale a pena deixar de ser chefe para ganhar mais? Isso acontece. As faixas salariais no mercado de trabalho são uma indicação de que as empresas precisam pagar para conseguir reter os seus melhores funcionários. Mas isso não impede que um chefe em uma empresa possa ganhar menos do que um auxiliar em outra empresa.

Vamos dizer que isso aconteceu com você. Ao receber a sua primeira promoção, você foi brindado com um aumento mixuruca, de 10%. Você tem um título de chefe, tem cartões de visita indicando que é chefe, mas recebe uma proposta para ser auxiliar pleno em outra empresa, para ganhar 15% mais do que você ganha. E você passará uma noite sem dormir perguntando a si mesmo: o que vale mais no mercado de trabalho, o título ou o salário?

Como muita coisa nessa vida, depende. Se o convite para mudar veio de uma empresa bem maior que a atual, um rebaixamento de cargo é até normal. Eu já vi diretores de empresas de médio porte aceitarem cargos de gerentes em multinacionais. Porque como gerentes, eles ganhariam mais do que ganhavam como diretores, teriam melhores benefícios e maiores possibilidades de carreira. Então, se você for para uma empresa muito maior, não se preocupe com o nome do cargo.

Agora, se o convite que você recebeu veio de uma empresa de tamanho semelhante à sua empresa atual, aí você deve mudar mais rapidamente ainda. Isso significa que a sua empresa atual está pagando salários abaixo da média do mercado e está tentando compensar esta discrepância com um título e uma caixinha de cartões de visita.

Nesse caso, não titubeie: peça a conta. Normalmente, o que acontece em situações assim, é que a empresa atual tome um susto e lhe faça uma contra-proposta compensadora para você não ir embora. Se isso acontecer, e se a contra-proposta cobrir com sobras o salário que a outra empresa oferece, fique. Aí sim, o título pesa mais.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin