2014-12-15

Devo copiar todas as pessoas que foram citadas em um e-mail? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 15/12/2014, sobre e-mails e os destinatários copiados.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Devo copiar todas as pessoas que foram citadas em um e-mail?

enviando e-mail spam

Uma ouvinte escreve: "Meu gestor me chamou a atenção por eu ter enviado um e-mail a ele, sem copiar um colega ao qual fiz uma referência no e-mail. Segundo meu gestor, é regra copiar quem é mencionado. Procurei essa regra e não a encontrei. Onde ela está escrita?"

Provavelmente, num e-mail do qual você não recebeu cópia. Não, brincadeira. Essa é uma das chamadas regras de bom senso.

Nos tempos de outrora, memorandos eram datilografados e as cópias eram produzidas por papel carbono. E cada cópia a mais era um transtorno, porque um erro precisava ser corrigido em cada uma das cópias. Quando os memorandos passaram a ser impressos, o erro perdeu a importância. Mas havia o custo do papel e da tinta da impressora, e recomendava-se economizar nas cópias.

No e-mail, uma cópia a mais não faz diferença alguma e não custa copiar alguém que seja nominalmente citado. Porque, se for o caso, o mencionado pode rebater escrevendo que não foi bem aquilo que ele disse, ou até pode ter dito, mas não concorda com a conclusão de quem escreveu o e-mail.

Mas há outro problema bem maior do que esse, de deixar de incluir uma cópia. É o de incluir várias cópias sem necessidade. Ao contrário dos tempos de outrora, atualmente as empresas se veem às voltas com o tempo perdido na leitura de e-mails em que a maioria dos destinatários não tem providência alguma a tomar. Essa também é uma regra de bom senso e muito mais ignorada do que a regra da falta de uma cópia.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin