2017-07-25

Durante uma entrevista de emprego, não é preciso explicar o que não foi perguntado - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 25/07/2017, com um ouvinte que está desempregado há dois anos e não sabe como abordar isso numa entrevista de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Durante uma entrevista de emprego, não é preciso explicar o que não foi perguntado

entrevista de emprego

Escreve um ouvinte: "Tenho 28 anos e estou desempregado há mais de dois anos. Tenho boa formação e experiência em grandes empresas, mas passei esse tempo sem emprego por não querer aceitar um rebaixamento em meu salário. Vejo-me agora na situação de ter que aceitar uma oferta, mesmo que seja por um salário inferior ao último que eu recebia. Mas, mesmo assim, ainda temo não encontrar vagas devido a dificuldade para explicar por que fiquei tanto tempo fora do mercado. Que tipo de abordagem posso utilizar nas entrevistas?"

Eu não me preocuparia demais com isso. Se você for chamado para uma entrevista, isso já significa que o recrutador viu o vácuo em seu currículo, mas se interessou por sua formação e experiência. Portanto não se apresse em explicar o que não lhe for perguntado.

Porém, se a pergunta surgir, você pode dizer que preferiu esperar pelo final da crise no país, mas que ela durou mais do que as suas economias. Além disso, seria bom você acrescentar que fez alguma coisa útil e prática durante esse tempo que passou fora do mercado, por exemplo: cursos, viagens ou trabalhos informais de consultoria a empresas pequenas de amigos seus.

Tenha em mente também que você não é um caso excepcional no mercado. Muita gente aceitou ofertas mais baixas para se manter empregado, mas aqueles que tinham recursos, assim como você, preferiram aguardar por melhores dias, que infelizmente não chegaram com a rapidez esperada.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin